Horários do Planeta Terra

Saiu gente, saiu!

Sonora Main Stage:
16:00 / 17:00 – Mombojó
17:30 / 18:30 – Novos paulistas
19:00 / 20:00 – Of Montreal
20:30 / 21:30 – Mika
22:00 / 23:00 – Phoenix
23:30 / 01:00 – Pavement
01:30 / 03:00 – Smashing Pumpkins

Gillette Hands Up o/ Indie Stage:
16:00 / 16:40 – República
17:00 / 18:00 – Hurtmold
18:30 / 19:30 – Holger
20:00 / 21:00 – Yeasayer
21:30 / 22:30 – Passion Pit
23:00 / 00:00 – Hot Chip
00:40 / 01:40 – Empire of the Sun
02:00 / 03:30 – Girl Talk 3rd band

Dói um pouco no peito ter que escolher entre Passion Pit e Phoenix, mas… A vida é feita de escolhas né?

E vocês, já escolheram o que vão assistir?

Planeta Terra Esgotado!

É gente, acabou-se o que era doce.

Os ingressos do Planeta Terra – PUF! – esgotaram de vez nesse feriado. Na terça, pra ser mais específica. À venda desde 1º de Agosto, o quarto e último lote tava custando R$220 (R$110 a meia).

Ou seja, em pouco mais de um mês a lotação do Playcenter já estava garantida. Mas considerando o line up, nada mais justo né?

Mika e Smashing Pumpkins talvez sejam os mais “populares”, mas atrações como Phoenix, Passion Pit, Empire of the Sun, Yeasayer, Hot Chip e PAVEMENT – sim gente, PAVEMENT, depois de quase 10 anos! Uma das bandas mais influentes e criativas da primeira geração do rock alternativo!

Quer dizer, tinha pra todo mundo: desde quem prefere um som mais pop até quem é realmente aficcionado pelo underground.

O meu já tá aqui há um bom tempo, vocês também se garantiram né?

O Seje deu uma sumida, mas…

Só isso que tenho para dizer:

Filmosphera

Unmade Beds ou, como vem sendo chamado em alguns países, London Nights conta a história do Espanhol Axl que deseja conhecer seu pai ausente e redescobrir seu passado. Vera, uma belga divertidíssima que, só quer esquecer do seu e ir adiante depois de uma recente mágoa amorosa. O destino dos dois se cruzam quando eles vão para Londres atrás de seus objetivos e se instalam em um squat. Na capital inglesa, o quanto mais Axl descobre sobre seu pai, mais é difícil para ele admitir quem realmente é. E Vera, evitando uma nova decepção, se relaciona com um estranho em total anonimato.

O filme já foi exibido em diversos festivais europeus e, inclusive, na 33ª mostra brasileira no final do ano passado. É o segundo longa metragem do diretor argentino Alexis dos Santos e, como já previsto, bastante aplaudido e premiado pela crítica européia.

Visivelmente, é um filme que fala com um público específico. A nova geração adulta, pessoas dos 20 aos 30 anos que ainda não se encontraram de verdade. Vivem amores rápidos, acordam em camas desconhecidas, amizades que duram uma noite, são sonhadores e só pensam na liberdade. 

Kick-Ass é uma série em quadrinhos da Marvel, criada por Mark Millar e com desenhos de John Romita Jr, que sequer acabou nos EUA e já está virando filme. A história trata de um garoto de de 16 anos, Dave Lizewski, fã de quadrinhos, que sem razão aparente decide se tornar um super-herói da vida real, com uniforme feito em casa e cacetete (???). David consegue livrar um homem de uma surra e todo o evento é capturado pela câmera de um celular. O vídeo é divulgado no YouTube tornando David uma celebridade conhecida como Kick-Ass. Rapidamente seus atos passam a inspirar outros, criando toda uma
cultura de super-heróis da vida real.

O filme conta como principais nomes o diretor Matthew Vaughn (Stardust) e os atores Nicolas Cage e Christopher Mintz-Plasse (o “McLovin” do filme Superbad). Tanto a HQ quanto o filme incorporam diversos elementos atuais como uso do MySpace, onde o Kick-Ass pode ser contatado. As lutas apresentadas são extremamente violentas e envolverem um menor de idade. O filme tem estréia prevista para ainda Abril. 

 Falando em Kick-Ass, vejam o novo clip do Mika. Vcs vão entender, juro !